ABRE – Formação em Euritmia

projeto

ABRE – Formação em Euritmia

INSTITUIÇÃO

ABRE – Associação Brasileira dos Euritmistas

REGIÃO

São Paulo – SP

ANO

2020

O projeto

Existe imensa defasagem em relação à demanda por profissionais de Euritmia para as Escolas Waldorf, seminários de professores, organizações da sociedade civil, e cursos de formação profissionalizante antroposófica. Este projeto, iniciado em 2018, prevê a formação de novos euritmistas a partir do curso elaborado e executado pela ABRE. Como quase tudo e todos, o projeto precisou se adaptar, desde o ano passado, aos desafios e limites impostos pela pandemia. As aulas presenciais para grandes grupos foram adaptadas às plataformas digitais, enfatizando a capacidade criativa dos professores e alunos.

Objetivos

– Oferecer os quatro anos básicos para a formação em Euritmia e noções da Euritmia Social, deixando aberta a possibilidade posterior de especialização nas outras áreas (terapêutica, social, cênica).

– Preparar os novos euritmistas para que, a médio e longo prazo, possam assumir a continuidade dos cursos de formação.

– Fortalecer o movimento da Euritmia no Brasil.

resultados

– 2.634 horas de aulas online.

– 210 horas de aulas híbridas (presenciais/online).

– 1.000 horas de ensaios híbridos (presenciais/online).

– 20 horas de reuniões para o desenvolvimento de programa de mentoria para euritmistas com potencial para assumir a continuidade dos cursos de formação.

– 40 horas de atuação em projetos sociais.